Leitura deleite, uma forma criativa e prazerosa de leitura!

Abril é o mês da literatura infantil: Temos o dia 02 aonde celebramos o Dia Internacional do Livro Infantil e o dia Dia Nacional do Livro Infantil, celebrado no dia 18. Por isso, Vamos falar um pouco sobre a leitura das crianças e como este hábito pode começar através da leitura deleite.

O que é leitura deleite?

 “É ler pelo simples prazer de ler! Sem objetivos didático-pedagógicos, sem a “obrigação” de trabalhar em aula sobre o que foi lido…”

Objetivo da leitura deleite é desenvolver o gosto pela leitura, a criatividade e a imaginação.

Nos contos e histórias infantis tudo pode acontecer. É uma viagem nas asas da imaginação de forma criativa e prazerosa. Imaginar fadas, duendes, animais, plantas, seres inanimados que falam, passeios a castelos, florestas, cavernas, fazendas e lugares nunca vistos, mas que poderão ser criados na mente, visitados como se fossem realidade.

Todo dia é dia de história. O uso de recursos variados como livros, fantoches, dedoches, tecidos, brinquedos e objetos inusitados que poderão ser transformados em personagens podem fazer parte do contexto provocando encantamento.  

Vale lembrar que a leitura em família contribui com a vivência de momentos marcantes e prazerosos com os filhos que ficam para sempre na memória dos pequeninos. É um momento de trocas de experiências.

Leitura envolve alunos e pais na paixão pelos livros.  Os pais contam e recontam as histórias lidas na infância e assim desenvolvemnos filhos o gosto pela leitura e a vontade de fazer resenhas para aguçar a curiosidade nos colegas por determinada obra literária. 

O papel da escola é direcionar leituras adequadas para o estágio de desenvolvimento dos alunos. Fazer rodízios de livros com os colegas é uma boa prática para ampliar a variedade de histórias. 

Indico meus livros favoritos para leitura deleite, os clássicos da Literatura como A Princesa e o grão de ervilha; João e Maria; Branca de Neve e os sete anões; A cigarra e a formiga; Chapeuzinho Vermelho e suas adaptações com os personagens da Turma da Mônica são sempre sucesso. A casa sonolentaOs Porquinhos de Audrey Wood, Flicts e O Menino Maluquinho de Ziraldo, também fascinam crianças e adultos. E não podemos nos esquecer de Monteiro Lobato com suas histórias fantásticas da Turma do Sítio do Picapau Amarelo.

Leitura são experiências fascinantes e prazerosas com o mundo da Literatura. Alunos que gostam de ler apresentam desempenho superior em diversas áreas. A leitura alonga a inteligência.

Curiosidade: As datas homenageam dois escritores importantes do gênero infanto-juvenil.

O dia 2 de abril foi escolhido para ser o Dia Internacional do Livro Infantil por ser a data de nascimento do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen.

Hans Andersen foi o primeiro escritor a adaptar antigas fábulas para o público infantil, incluindo importantes lições de moral nas entrelinhas. Dentre as principais obras do autor está “O Patinho Feio”, “A Pequena Sereia”, “A Roupa Nova do Rei”, entre outros contos.

A iniciativa para a criação do Dia Internacional do Livro Infantil foi do Concelho Internacional sobre Literatura para Jovens – IBBY, que comemoram esta data desde 1967.

No 18 de abril é comemorado o Dia Nacional do Livro Infantil como uma homenagem a Monteiro Lobato. Esta data foi instituída em 2002, ano em que foi criada a Lei 10.402/02, registrando a data de nascimento de Monteiro Lobato como o dia oficial da literatura infanto-juvenil.

Fontes:

PEREZ, Luana Castro Alves. “02 de Abril — Dia Internacional do Livro Infantil; Brasil Escola.

PEREZ, Luana Castro Alves. “18 de abril — Dia Nacional do Livro Infantil; Brasil Escola.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.