Como manter a alimentação saudável durante as férias?

Quando a rotina diária de todos da família parece ter se encaixado, chegam às férias…

Que tal fazer uma atividade ao ar livre?

E ai? O que fazer com todo esse tempo livre das crianças em casa??
A resposta é simples. Podemos fazer muita coisa! Por isso, é importante que a gente encontre um tempo para organizar as atividades, tentando criar uma rotina mesmo nos dias de folga, nada muito rígido, apenas pra que todos consigam aproveitar melhor esses dias da melhor forma, até porque eles chegarão ao fim.
Buscar por colônias de férias, eventos culturais, excursões e lugares para visitar na própria cidade são ótimas alternativas, ainda mais quando nós não estamos de férias junto com as crianças.
Aqui em casa é o período que aproveito para organizar atividades ao ar livre como pique-niques, passeios em parques, praças e quando estamos em casa para colocar meu pequeno na cozinha (isso mesmo, férias são um ótimo período para novas experiências), essas atividades fazem com que eu me sinta mais próxima dele. Vivemos num mundo cada vez mais tecnológico e brincadeiras como de correr, esconde-esconde, cobra cega, entre outras acabam ficando de lado na nossa rotina habitual.
Embora não seja preciso se preocupar com o lanche escolar, não devemos deixar de cuidar da alimentação deles só porque estão de férias, preparei algumas dicas para aproveitar cada momento, seja em casa ou na rua:

De forma geral:

  • Comece o dia com um café da manhã reforçado, o ideal é oferecer todos os grupos alimentares, como por exemplo: leite e derivados; frutas; pães, cereais e biscoitos, (preferindo os integrais).
  • Tente manter o horário das refeições conforme o habitual, crianças não devem pular refeições;

    Mesmo nas férias é importante manter uma rotina na hora da alimentação e não deixar as crianças pularem nenhuma refeição.
  • Ofereça pequenos lanches nos intervalos das grandes refeições, procure deixar frutas já higienizadas em locais onde à própria criança possa pegar quando sentir vontade;
  • Leve sempre uma garrafinha. Ninguém quer parar a brincadeira para ir buscar água, né?

    Lembre-se de estimular o consumo de água para promover a hidratação. Ela deve ser oferecida a vontade nos intervalos das refeições, a utilização de copos ou garrafinhas facilita o consumo na hora dos passeios e brincadeiras fora de casa (ninguém quer parar a brincadeira para ir buscar água, né?!).

  • Salgadinhos, balas, doces e outras guloseimas devem ser evitados (eu sei, eles gostam, mas é possível substituir esses alimentos por opções mais saudáveis, como balas por frutas secas, biscoitos recheados por cookies ou biscoitos integrais, salgadinhos de pacote por chips de legumes que podem ser feitos em casa por vocês). O consumo desses alimentos doces e industrializados estão associados à anemia, ao excesso de peso e às alergias alimentares.

Brincando de cozinhar:
Escolha receitas que sejam fáceis e práticas (Veja nossas sugestões aqui no blog), envolva as crianças, se possível, em todas as tarefas, vá ao supermercado ou feira, aproveite para estimular a curiosidade pelos alimentos, principalmente daqueles que existe uma resistência maior em experimentar. Uma sugestão é envolver os coleguinhas e pensar em receitas temáticas, como dia de biscoitos, dia de salada de frutas, dia de pizza, etc…

Férias são um ótimo período para novas experiências, que tal fugir da rotina e se aproximar das crianças? Escolha uma receita fácil e faça com a ajuda dos pequenos.

Durante a viagem, passeios e piquenique:
Nunca se esqueça de levar uma boa quantidade de água, outras opções como sucos naturais e água de coco também podem ser levados para complementar a hidratação. Dê preferencia por frutas inteiras, já que resistem por mais tempo, prefira as frutas da época, além de mais bonitas e saborosas, apresentam uma qualidade nutricional melhor, utilizam menor quantidade de agrotóxicos (quando não são orgânicas), sem contar o preço que fica muito mais baixo. Como fonte de energia, alimentos ricos em carboidratos não podem ficar de fora, inclua opções como biscoitos, bolos simples (bolo de cenoura, laranja, etc…), pães, tapioca, tortas e sanduíches. Aproveite a dica “brincando de cozinha” e prepare junto com as crianças o lanche para levar na viagem, passeio ou piquenique. Evite alimentos que necessitam de refrigeração e aqueles que estragam fácil quando em condições não ideias, como temperaturas elevadas e manipulação (maionese, bem como molhos e patês, ovos, peixes, carnes e embutidos. O ideal é que tudo seja fácil de comer!!!

Aproveite as férias!!!

Um beijo

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.